Renda Fixa ou Variável?

Qual é melhor? Renda Fixa ou Renda Variável?

Com a certeza de que você já esta criando o hábito poupar parte do dinheiro que passa pelas suas mãos, vamos então falar um pouco em como pode investir este dinheiro.

Já ouviu falar em renda fixa e renda variável?

Qual a diferença entre elas?

Não sabe? Então vamos lá.

Renda Fixa

A Renda Fixa é o tipo de investimento que você saberá o quanto vai receber no prazo final do investimento. Seu rendimento e forma de calculá- lo é definido na hora da aplicação na Caderneta de Poupança ou em CDB (Certificado de Depósito Bancário), entre outros.

Quanto à rentabilidade da aplicação, pode ser prefixada, onde sabemos exatamente qual será seu retorno no futuro (Exemplo: 8% ao ano), ou pós-fixada, quando conhecemos um índice no qual será calculada (Exemplo: uma taxa de inflação de determinado período, como o IPCA ou IGP/M). Neste último caso, para sabermos o valor exato da rentabilidade, é necessário que cheguemos ao final do período do investimento.

Pode-se dizer que ao investir em Renda Fixa, estamos emprestando dinheiro ao emissor do papel, que vai nos remunerar, pagando juros, até a data de vencimento desta aplicação. Além da Caderneta de Poupança e CDB, podemos citar como investimentos em Renda Fixa, os Títulos Públicos (Tesouro Direto), as Letras de Câmbio, as Letras Hipotecárias, as Debêntures e Fundos de Renda Fixa.

Não esqueça de lançar seus ganhos de juros e rendas na planilha de gastos, você deve manter seu controle bem feito, e para que isso aconteça não deixe de somar nas suas entradas na planilha os valores ganhos.

No caso da Renda Variável, o rendimento é incerto, ou seja, a remuneração ou o retorno de capital, não pode ser definido no momento da aplicação. Esta é a principal diferença na aplicação em renda fixa ou variável, esta não garante uma rentabilidade, podendo até perder dinheiro.
Os investimentos em Renda Variável mais comuns são: ações, fundos de renda variável (fundo de ação, multimercado e outros), commodities (ouro, moedas e outros) e os derivativos (contratos negociados nas Bolsas de Valores, de Mercadorias e de Futuros).

Renda Variável

Os investimentos em Renda Variável são considerados mais arriscados, do que os de Renda Fixa. Porém devido ao maior risco podem gerar maior rentabilidade. Risco e retorno caminham juntos no mundo dos investimentos : maior risco, possibilidade de maior retorno; menor risco, possibilidade de menor retorno.

Ao escolher o tipo de investimento, tenha em mente : o objetivo do investimento e por quanto tempo você vai deixar o dinheiro aplicado. Para cada prazo, existe um ou mais tipos de investimentos, que podem fazer você chegar ao seu objetivo de forma eficiente.

Boa Sorte !

Escrito por: Michelle Beber.