Neste post vou responder as duvidas solicitadas por um usuário do site por e-mail, acredito que elas ajudarão você também, por isso: estou compartilhando elas na internet, e claro retirei os dados pessoais da pessoa.

Como fazer para controlar os gastos com a planilha de gastos.

As respostas foram respondidas pelo convidado da palestra online: Lucas Bragagnolo.

1) Tudo isso que foi comentado (Criar hábitos e investir o seu dinheiro) numa parte da palestra eu sempre pensei em fazer…
Se você me permitir, você só pensou ou já colocou alguma em prática! Uma mudança de hábito vela em média de 20 a 40 dias úteis, fazendo todos os dias, sem falhar, para se tornar uma atividade normal para uma pessoa. Talvez faltou um pouco de disciplina e persistência.

2) No entanto eu não consigo fazer um método para registrar meus gastos. Os rendimentos é fácil, pois sou assalariado e os extras que faço também são pagos mensalmente, sendo assim sempre tenho um líquido mensal para trabalhar, o problema são os registros dos gastos.
Sugiro que nos registros você unifique os gastos pequenos como “Gastos Diversos”, para não perder muito tempo anotando coisas de baixo valor.

3) Quando saio de casa, já saio gastando: condução ou gasolina, café, lanches, almoço, compro alguma besteira, e por aí vai…
Isso é da necessidade de cada pessoa, antes de gastar, pense se realmente é necessário.

4) Já tentei andar com uma cadernetinha anotando tudo que gastava, mas depois me esquecia de sentar no computador e transferir isso para uma planilha de gastos, ou quando não me esquecia sempre tem algo para fazer.
Indico ler o livro “Trabalhe quatro horas por semana” de Timothy Ferriss, vai ajudar você a administrar melhor seu tempo.

5) Ultimamente estou atrás de um celular (já tenho 03) que me possibilite baixar um planilha ou um aplicativo para que eu registre meus gastos e consiga transferir para o computador, nem que eles vão “a grosso modo”, mas sabendo que estão lá criaria o hábito de ao menos uma vez por semana sentar na frente do PC e administrar os gastos da semana. Estou acreditando que dessa forma poderei conseguir, mas até agora ainda não achei o telefone e nem o aplicativo.
Coloca um lembrete no seu telefone, também pode ajudar você a lembrar de fazer suas anotações.

6) Para você ter uma ideia de como estou tão fissurado nesse controle, guardo todos os comprovantes do meu cartão de débito. Tenho uns 10 (ou mais) bolos de comprovantes espalhados na minha casa e no meu serviço, mas não consigo parar para cadastrá-los. Pode???
Pior é que pode, se você somente guardar e não anotar, vai ficando! Dica: Procure padronizar seus tipos de gastos, por exemplo: Contas fixas, contas variáveis e outros gastos, para usar um mês para outro, sempre a mesma coisa, evita ter que escrever sempre coisas novas.

7) Outra coisa que fiz, foi pegar meu extrato bancário do ano de 2012 inteiro, mensalmente. Também peguei cópia dos meus pagamentos. Porque funciona assim: Recebo um bruto, desse bruto já vem vários descontos, que transforma minha folha de pagamento num total líquido, que é depositado no banco. No banco já existem débitos programados que transformam meu “líquido” em mais líquido ainda. O que me sobra eu tenho várias despesas fixas e outras que aparecem “do nada”.
Não existe despesas que aparecem do nada, você gastou em alguma coisa, cuidado com os gastos desnecessários. Você também pode tentar negociar com o banco uma tarifa mais vantajosa ou procurar um banco que ofereça.

8) É isso que não consigo controlar. Só preciso de uma dica de como eu possa anotar minhas despesas diárias quase que automaticamente e depois registrá-las na planilha.
Já escrevi algumas dicas junto com suas questões, você pode aplicar as dicas da palestra com essas na sua realidade e ver qual que se encaixa melhor e usá-la. Pode usar também o site “skydrive” para usar a planilha online.

Espero que as respostas tenham lhe ajudado!

Um grande abraço…